9 de nov de 2015

QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE MBA E PÓS GRADUAÇÃO?

QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE MBA E PÓS GRADUAÇÃO?

Muitas pessoas não sabem qual a real diferença entre as nomenclaturas que dão título a alguns dos cursos de Pós-Graduação oferecidos por diversas instituições, como a Trecsson Busines FGV.


Pós Graduação

Primeiramente, Pós-Graduação é tudo quem vem depois da Graduação. Seja ela, uma especialização, mestrado ou doutorado.


Existem dois tipos de Pós-Graduação: o Lato Sensu e o Stricto Sensu. O Lato Sensu consiste em uma especialização, que aperfeiçoa aspectos do profissional focado em uma área específica direcionado para o mercado de trabalho. É indicado para profissionais de diferentes áreas que procuram um diferencial e desejam focar sua atuação no mercado.


Já o Stricto Sensu é direcionado para o aspecto acadêmico das áreas profissionais, e consiste nos mestrados e doutorados. Este tipo de pós e é indicado para quem deseja seguir a carreira de pesquisador ou professor universitário. O mestrado costuma vir ‘antes’ do doutorado, que é mais complexo, exige maior dedicação do aluno, e maior aprofundamento no assunto defendido na tese de conclusão do curso.



MBA

O termo MBA foi bastante difundido nos Estados Unidos e no Brasil somente agora começa a ficar conhecido por quem procura uma Pós-Graduação, sendo a FGV uma das pioneiras no uso do termo.


MBA por sua vez, significa Master Business Administration. Nada mais é do que uma Pós-Graduação Lato Sensu, ou seja, que direciona para a especialização, o aperfeiçoamento em uma área profissional específica, focada no mercado de trabalho.


Mas então por que não chamamos de Pós? Porque o MBA se refere especialmente à área de Business, ou seja, de negócios e Gestão Empresarial. É indicado para profissionais com pelo menos três anos de experiência profissional e com presença já consolidada na área, como no caso de gerentes, diretores e presidentes.


Agora você já sabe quais as principais diferenças entre MBA e Pós Graduação. 

Fonte:
acessado em 09/11/2015

16 de jul de 2015

Concurso dos Correios

Prezados amigos e colegas que desde o começo do blog estão me acompanhando e participando ativamente do blog, obrigado. 

Desde já agradeço a colaboração, o acompanhamento, a participação e os mais de 80.000 acessos a este humilde blog, tenho certeza de que contribuí e ainda irei tentar ajudar muito para a aprovação de alguns colegas no concurso.

        Para aqueles concurseiros que não desistem de buscar algo melhor em suas vidas, digo que continuem seguindo o blog, e continuem a luta guerreiros.

Clicando aqui, você pode baixar grátis uma apostila para estudar para o concurso. 




E eu sei o que eu tenho que fazer agora. Eu tenho que continuar respirando, porque quem sabe o que a maré me trará amanhã?
                                                                                                                                  Náufrago

6 de fev de 2015

Correios por dentro - Como é um CTCE

Caros amigos hoje disponibilizo estes vídeos feitos em 2007 (se não me falha a memória) para aqueles que pretendem concorrer ao cargo de OTT (Operador de Triagem e Transbordo) terem uma pequena visão de como é este setor. São vídeos de pouca qualidade, mas a intenção é das melhores.

Nesta noite fui convidado por um supervisor do CDD para fazer um extra na Central, porém, algo falhou em nossa comunicação, pois ao chegar no local percebi que naquela noite não havia plantão, por outro lado foi até bom pois gravei estes vídeos e posso disponibilizá-los aos leitores deste blog.






Obrigado pela visita, deixe seu comentário abaixo.


21 de jan de 2015

O que é GIP Correios - Gratificação de Incentivo à Produtividade

GRATIFICAÇÃO DE INCENTIVO À PRODUTIVIDADE-GIP

   Fui questionado por um leitor do Blog sobre a GIP, como já saí do correios e estou em outro órgão, estava desinformado mas localizei as informações e aqui está a forma de incorporação ao salário, principalmente para conhecimento dos futuros colegas que pretendem fazer o concurso quando sair um novo edital: 

A ECT concede aos empregados a partir 1°/8/2014, reajuste salarial no valor fixo correspondente a 6,5% (seis vírgula cinco por cento) da referência salarial ocupada pelo empregado em agosto de 2014, pago na forma de gratificação, denominada Gratificação de Incentivo à Produtividade – GIP.

Nos casos em que o valor apurado com a aplicação do percentual for menor que R$ 200,00 (duzentos reais), aplicar-se-á o valor fixo de R$ 200,00 (duzentos reais). Caso contrário, havendo um resultado maior de R$ 200,00 (duzentos reais), considerar-se-á, para efeitos da GIP, o valor mais vantajoso para o empregado.

A GIP não é abono

Como o próprio nome diz, é uma gratificação a produtividade da empresa. 

Diferente do abono, a GIP será incorporada ao salário de acordo com a lucratividade da empresa.


Como será a incorporação:

50% da GIP será incorporada à referência salarial, de acordo com o lucro líquido;

25% da GIP será incorporada à referência salarial em maio de 2015;

25% da GIP será incorporada à referência salarial em maio de 2016;

A GIP tem um valor correspondente a 6,5% da referência salarial (salário base), sendo que o valor não poderá ser inferior a R$ 200.


Ao passo que a empresa obtenha lucro, parte desse valor será incorporado ao salário base. 

Além disso, haverá duas parcelas de 25% a ser incorporada, independente do lucro.


Para entender melhor, vamos visualizar alguns exemplos:

Exemplo:

Até Maio/2015

NM-01 R$ 1.084,35 + GIP R$ 200,00 = R$ 1.284,35


Após Maio/2015

Lucro de R$ 300 milhões (ILUSTRATIVO)

NM-01 = R$ 1.164,35 (R$ 30 baseado no lucro líquido + R$ 50 da parcela de 25%) +GIP R$ 120,00

= R$ 1.284,35

O valor de R$ 30,00 é baseado no cálculo de 10% da GIP (parcela referente ao lucro) para cada R$ 100 milhões de lucro líquido.

14 de jan de 2015

Bolsa de Estudos UNIPOA 2015-1

Inscrições UniPoa 2015.1


Postado em 14/01/2015 às 10:03
A UniRitter informa a abertura de inscrições para novas bolsas de estudos integrais (100%), no período de 19 a 23/01/2015, para diversas áreas. Confira AQUI a relação de cursos contemplados para os campi Zona Sul e FAPA.
 
Pode concorrer à bolsa o candidato que atenda aos seguintes requisitos:
1. Ser brasileiro
2. Ter residência e domicílio em Porto Alegre
3. Ter renda familiar mensal “per capita” não superior a 1,5 salários- mínimos nacionais
4. Ter concluído o ensino médio
5. Não ser diplomado em outro curso de nível superior
6. Ter realizado o ENEM a partir de 2012.
A seleção dos candidatos ocorre por meio da nota obtida no ENEM, sendo INDISPENSÁVEL anexar o boletim de desempenho à ficha de inscrição, além de digitar as notas conforme o cronograma abaixo:
 
19 a 23/01/2015 - inscrição exclusivamente via web, anexando o boletim de desempenho do ENEM à ficha de inscrição.
27/01/2015 - divulgação e convocação dos candidatos pré-selecionados, por ordem de classificação, no site da UniRitter.
28 a 30/01/2015 - comprovação das informações declaradas no ato da inscrição, por meio de entrega de documentação.
- Matrícula e assinatura do Termo de Concessão de Bolsa: a partir de 09, 10 e 11/02/2015
 
NÃO SERÃO CONSIDERADAS INSCRIÇÕES CUJO BOLETIM DO ENEM NÃO TIVER SIDO ANEXADO, VIA WEB, E AS NOTAS INSERIDAS.
 
A entrega de documentação ocorre exclusivamente das segunda a sexta, das 9h às 12h e das 13h às 19h no campus para o qual o candidato fez sua inscrição.
 
Confira AQUI a relação de documentos necessários.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fale com a gente.

Para fazer contato, clique aqui


Receba atualizações por e-mail